segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Olhar à volta num tempo que esmaga?

A pobreza constitui uma violação dos direitos Humanos.
Alfredo Bruto da Costa, Igreja Viva, 14.11.13
Escreve Bento Domingues (Público, 14.11.09) que “deveria observar algum tempo dejejum em relação ao estilo, aos temas e aos conteúdos das intervenções de MarioBergoglio”, o papa que preside aos destinos da igreja católica. Só que, vinca o frei dominicano, não lhe “apetece nada precipitar a quaresma”.
Quaresma nesta altura do ano! Tem razão Bento Domingues.
Ah! “Há quem discuta a legitimidade da eleição do argentino Mario Bergoglio”!
Será gente saída de uma igreja católica esteja cheia de gente que acredita que “o diabo também mora no Vaticano”?
Não creio! Como não creio que o diabo ande por ali. Muito embora não faltem por aí diabos à solta; à espera de esmagar as palavras dos católicos que sabem olhar à volta. E reagir. E agir. A sério!

Ah! o papa católico, vindo das pampas argentinas, é a mesma pessoa que nunca gosta de poupar nas palavras. E que não tem medo do que afirma Miguel Angel Belloso: “os pobres querem ser protagonistas” e praticam “essa solidariedade tão especial que existe entre quem sofre” e que a “nossa civilização parece ter esquecido, ou pelo menos, tem muita vontade de esquecer”.


Nota final: O que debilita a igreja são os falsos unamismos ou o empurrar as questões difíceis para debaixo da mesa. O que debilita a igreja é a rigidez de quem se considera dono da ortodoxia e se torna surdo à porção de verdade que os outros testemunham. (José Tolentino Mendonça, Revista, 14.11.08)

Sem comentários: