segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Temos de saber quem somos

As tragédias não são casuais, apenas contingentes.
Buno Monterio, le Monde diplomatique, setembro 2015
foto: seuhistory.com
Há 66 milhões de anos houve escuridão na terra; que, diz quem sabe destas coisas intensas, extinguiu e desfez crescimentos (diríamos hoje) naturais. Por que seria?
Para uns terá sido um cometa (sabe-se lá!) ou um asteroide violento que ousou estampar-se contra a nossa casa-mãe. Raio de asteroide! Asteroide? O que é isso?
Ah! Também há quem diga que uns senhores muito grandes – os dinossauros (ou serão dinossáurios?) se foram embora por causa de um “inverno” global que extinguiu árvores, plantas, animais; logo a seguir à violenta explosão de um vulcão.
Moral da história: os tempos que aí vêm, não sabemos se terão vulcões, meteoritos, asteróides ou explosões, mas serão violentos.
Ah! Ana Gerschenfeld, como sempre, fala-nos do futuro. Que belo texto!
Está tudo no Público da última sexta-feira.

Sem comentários: