sábado, 12 de setembro de 2015

Olhar do silêncio II

As inaugurações públicas são um exemplo de irracionalidade económica, com gasto para o erário público, que se vêm revelando não ter qualquer utilidade.
Manuel Ribeiro, Reflexo, setembro 2015

Sem comentários: