segunda-feira, 7 de setembro de 2015

O paciente português *

A todos a dor visita e é vento
Que fere, devasta e transfigura
Casimiro de Brito, in Nem senhor nem servo
Há na edição de agosto da revista Courrier internacional um texto extraordinário sobre Portugal. É uma visão alemã sobre a crise lusa e os seus dramas humanos; É uma peça jornalística excelente de George Blume que o jornal Die Zeit, editado em Hamburgo.
Dessa prosa escorreita e muito clara retenho as palavras do extraordinário escritor português António Lobo Antunes: “que pensa a Alemanha fazer depois de desfazer a Grécia, Espanha e Portugal?
Da leitura deste texto extraordinário não esqueço a afirmação do jornalista George Blume: “O país [Portugal] parece ter perdido a fé após quatro anos de austeridade. Progressos económicos tímidos nasceram profundas desigualdades”.
Depois da leitura atenta deste trabalho, estou certo, que mandaremos dar uma volta os tipos que dizem que Portugal à frente.

* título do trabalho da revista Courrier internacional

Sem comentários: