domingo, 13 de setembro de 2015

Descida agreste

Os governos caem debaixo
do peso dos alforges das suas bestas
Agustina Beça-Luis, in O mistério da légua da Póvoa
Já ninguém liga a eleições em Portugal; muito menos à abstenção. A começar por aquela coisa economicista da liga portuguesa de futebol.
E, ainda por cima, são uns doutos senhores que têm a ‘lata’ de falar em agendas!
Que país é este que só vê futebol à frente do nariz?
Com o crescimento deste “F” parvo, os outros dois de que Salazar tanto gostava – a começar por aquele que transformou um fenómeno solar no centro do país em fenómeno nacional, até ficam com ciúmes. Não; o “F” do fado é suficientemente português para não se deixar embarcar em parvoíces baratas.

Sem comentários: