quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Confirmações á vista de olhos

Deixei que a minha mente fosse livre como o vento
Casimiro de Brito, in Subitamente os silêncio
foto: Nuno Botelho (Expresso)
Leio um título do semanário Expresso, no seu caderno de Economia que, de repente, me faz pensar que houve engano daquele semanário: “Estado gasta € 12 milhões em edifícios que não usa”.
Infelizmente ao ler o resto da peça jornalística, mormente – em três anos, duplicou o númerode imóveis particulares arrendados ao Estado: em 2012 eram 1097, em 2015 são 2033 – não só fica confirmado o título como desaparecem todas as dúvidas. Foi este governo, o tal de Pedro e Paulo, quem mais fez pelos imóveis particulares, deu-lhes vida e muito dinheiro a ganhar aos seus donos.
Caramba! E são os tais que agitam bandeiras tão enganadores!

Sem comentários: