quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Esperança perdida

A descoberta da verdade é uma história sem fim.
José Gameiro, E, 15.07.11
foto: publico.pt
Afinal qual é o desemprego em Portugal? E que números são os verdadeiros?
Confesso que gostaria de saber. Estaria, de certeza, em melhores condições para perceber melhor o que a demagogia barata de que se faz a politica em Portugal. Como não sei, vou registando opiniões a ver se entendo alguma coisita.
Como esta: “o caso dos números do desemprego revela mais do que uma utilização chocante da desgraça e um ataque desmemoriado ao INE, que lhe resiste com fleuma institucional. Ele antecipa a pobreza da agressividade eleitoral que se segue. Para ganhar, o PSD não está disposto a tudo está disposto a nada. (Pedro Santos Guerreiro, Expresso, 15.08.08.
E esta: “António Costa O PS foi notícia, esta semana, por duas (más) razões – Tem razão Carlos Silva, da UGT: “se o PS acha que os números estão mascarados assuma o compromisso de alterar as regras”, escreve Cristina Figueiredo, que baixa Costa no Expresso (15.08.08)
Terei percebido um pouquito do que se faz certa forma de fazer que se esclarece os portugueses. Mas confesso-me desiludido. Há políticos – infelizmente são cada vez mais – que são uma valente treta.

Sem comentários: