sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Com a verdade me enganas

Ninguém, suponho, admite verdadeiramente a existência real de outra pessoa.
Fernando Pessoa, in Livro do Desassossego
foto: ordemsaofrancisco.webnode.pt
Os estacionamentos no largo de S. Francisco, ou terreno das Carvalhas, continuam. Mesmo que o ‘pilão’ esteja levantado não faltam por lá carros. A qualquer hora do dia e da noite. Sim, eu sei bem que a Ordem tem colaboradores que ali colocam o seu carro. São poucos os veículos.
Será por isso que o jardim em frente ao templo e ao edifício da Ordem, ou melhor e mais exatamente, o relvado, está cada vez mais seco; mais parecendo uma pista de moto/auto crosse?
Vê-se por ali muitos rodados de carros, não vê?

Ah! A igreja de S. Francisco esteve aberta todas as noites das festas Gualterianas. Quem quisesse podia visitar o templo, a sacristia e o museu. É assim que se afirma uma ordem e uma origem!

Sem comentários: