segunda-feira, 27 de julho de 2015

Atenção aos sinais de sentido contrário

O ar condicionado torna as pessoas menos autênticas.
José Gameiro, E, 15.07.18
foto: peretolk.ru
Um assessor – principalmente se ele é responsável da imagem da instituição que representa – deve deixar-se fotografar junto do chefe?
E se for o mesmo assessor a gerir a página social (ou rede social) daquele que é (em principio e pelas funções que ocupa) a figura pública, o assessor tem que posar em todas as fotos?
Perguntas – que não sendo inocentes – nos devem obrigar a pensar!

Claro que aquele que é objeto de notícia não saberá (nem tem que saber) de que forma são feitas coisas destas. A verdade é que nos dias que correm, cada vez mais, quem brilha, pelo menos no exercício da ação política, são os assessores, que – sabemos lá porquê – tudo fazem para ‘abafar’ o chefe, o presidente, o líder, em suma, o objeto da imagem. E da comunicação.

Sem comentários: