sábado, 13 de dezembro de 2014

Realidade bela em Guimarães

Aquela coisa parva, barulhenta e sem sentido que há tantos e tantos anos entrava pelas casas dentro e entupia os ouvidos dos vimaranenses a que, pomposamente alguns chamavam de animação de natal, morreu.
Finalmente!
Sinto-me um pouquinho ‘culpado’, mas extremamente feliz. Afinal, já não há ruídos parvos e coisas a que chamam música a sair dos cantos, recantos e esquinas da urbe vimaranense.
E fico ainda mais feliz com a novidade deste ano: música, teatro e dança dizem aos vimaranenses que a animação de natal só tem que ser inteligente e tocar no essencial: as pessoas.
Obrigado ao dono da ideia de “sons com tons em Guimarães”.
Há tanta coisa linda por cá. Até o silêncio e o sossego criativos.
Esperamos todos pelas surpresas que darão outro colorido na cidade.
A não ser que iluminações atropelem as pessoas.

1 comentário:

Anónimo disse...

Verdadeiramente ridículo, o que fizeram com os postes das iluminações do Natal na "Paio Galvão"...
Não só os invisuais,e as cadeiras de rodas, mas todas as pessoas ficam incrédulas com a cena!
Surreal!!!