terça-feira, 25 de novembro de 2014

Vultos feitos penumbra

Escreve Paula Maia no Correio do Minho que cerca de “400 funcionários do Centro Distrital de Segurança Social de Braga protestaram” na última quarta-feira “contra a requalificação que o governo está a colocar em marcha”.
O diário bracarense não tem dúvidas sobre o que o ministro da mota e o vimaranense que destrói o que resta de segurança social no distrito de Braga vêm fazendo.
Ah! Está em curso um processo de requalificação que é “um despedimento encapotado”.
Leitura correta do diário bracarense.

Importaria, pelo que significa para a região, perceber onde (e como se posicionam) andam Ricardo Rio e André Lima.

Não basta fazer de conta que se está a trabalhar no futuro da região – Perdão! É o que certa retórica parece querer fazer passar. Importa olhar, por favor, para a destruição das pessoas que acreditaram na boa fé das palavras bonitas. Como as que foram dirigidas aos trabalhadores de Pevidém, ou melhor, do infantário local.

Sem comentários: