segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Será mesmo?

A locação do Avepark vai ser das poucas que vão ser financiadas, diz Manuel Castro Almeida, secretário de estado do desenvolvimento regional.
Jornal de Noticias, 14.10.25

foto: mca.pt

Segundo o jornal Público (14.10.259 o “Governo diz que há mais fundos da UE para norte e centro”. Na peça da responsabilidade de Margarida Gomes, fica-se a saber que a estas palavras de Castro Almeida, o governo a que pertence, “jamais prescindiria da participação forte das autarquias na elaboração dos regulamentosespecíficos dos programas operacionais”, ou seja, “é evidente queas autarquias vão ter um papel importante na preparação de regulamentos”.

Como diriam os putos de há uns anitos: que fixe!
Hoje, mais crescidinhos, eles não acreditam que os números do futuro para o norte; sim para Guimarães, sejam “números à prova de bala!”, como diz Castro Almeida.

Por mim, peço desculpa, mas também deixei há muito a expressão “que fixe!” até porque ainda não acredito nos apoios da União Europeia na ligação ao Avepark.

Sem comentários: