sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Há casa presas por um fio

Guimarães é um concelho sui generis. Sabíamos todos. Grande sinal da evolução do poder local.
Infelizmente também o é por razões bem piores. E portuguesas, do tipo banco da escola; diz-se que é um xico-espertimso, que se faz passar por dono da verdade. Não conheço esse do banco da escola, mas conheço realidades violentas. Como as que o Jornal de Noticias dá título: “casa por um fio após queda de muro”.

Sem brincadeiras, Aldão é mesmo ali onde dizem, terá acontecido uma certa batalha que rasgou horizontes de futuro, não é?
Corte-se o mal pela raiz e, à boa maneira do sítio, chame-se os bois pelo nome e evite-se, de vez, a ruína total que paira em muitos outros recantos do concelho.
É muito simples. E tem nome em português: fiscalização. Sem contemplações.

Sem comentários: