segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Fanatismo católico

Populares rezam à porta da igreja na hora da missa.
Título do Jornal de Noticias, 14.11.15
Como abrenuncio a raiva católica (é mais de alguns católicos, não é?) quando os infiéis são incapazes de aceitar a mais elementar das regras das instituições: renovar para não morrer.

PS – Nem vale a pena a discussão se o novo pároco de Canelas (Vila Nova de Gaia) é melhor ou pior que o anterior. Por mim detestaria estar no papel de Albino Reis (um homem com mais de 25 anos de sacerdócio e um comboniano com uma larguíssima experiência evangélica em África e no Brasil. Ah! não será demais trazer aqui que foi o primeiro padre a declarar-se objetor de consciência – em termos militares – e, como castigo, foi até ao Brasil).
Até porque sempre considerei um absurdo dar a face (nem uma nem a outra) à estupidez.

2 comentários:

Anónimo disse...

Canelas em vez de Caneças

casimiro silva disse...

Obrigado