sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Adeus, com tristeza

Já quase todos nós sentimos na pele dos nossos familiares que está cada vez mais difícil ser velho.
Agora é a ARS Norte que vem a público reconhecer que o distrito de Braga precisa de mais 434 camas.

Numa reportagem do Joaquim Martins Fernandes o Diário do Minho (14.08.30) escrevia que as 23 unidades do distrito de Braga que integram a Rede Nacional de Cuidados Integrados da Saúde “estão sem capacidade de resposta para as solicitações crescentes” que todos os dias aparecem.

Não quero antecipar bruscamente o futuro – nem nunca tive atributos de adivinho –, mas aposto que não tarda muito, não faltam lugares.
Pagos a peso de ouro. Em “coisas” que ainda não sabemos o nome.
Privadas.

Sem comentários: