segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Portugal a morrer

A democracia exige um espaço público vivo.
Miguel Laranjeiro, Revista Politica (dezembro 2013)
A ONU avisa que Portugal pode regredir no índice de Desenvolvimento Humano – uma escala/índice que avalia o desenvolvimento humano em 187 países.
A ONU alerta que os cortes nos rendimentos dos portugueses “estão a levar a uma transferência de parte das despesas para os cidadãos o que, na opinião dos responsáveis daquela organização mundial, acaba por “aumentar de forma contraproducente a despesa com prestações sociais e por gerar iniquidades”, que são obstáculos ao crescimento sustentável ao mesmo tempo que aumentam o risco de crises económicas e financeiras.

Espero que só seja impressão minha, mas parece-me estar a ver tanta gente a esfregar as mãos de felicidade. Então nos partidos que sustentam o governo de Pedro e Paulo… sim, mesmo em Guimarães.

Não seria má ideia para estes fazer uma boa leitura do livro de J. Rentes de Carvalho “Portugal, a Flor e a Foice”. Bem sei que é de 1975 (muito embora só este ano tenha sido editado por cá) mas é tão atual.

Sem comentários: