sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Mesmo por aqui; ao pé da porta

foto: publico.pt
Álvaro Beleza, contesta no Diário de Noticias (14.08.21) “este sistema de jagunços, do nordeste brasileiro, como no tempo dos coronéis” que vai aparecendo em alguns locais deste Portugal tão bem retratado por J. Rentes de Carvalho no seu “Portugal A Flor e a Foice” (que aconselho vivamente pelo seu “olhar heterodoxo”).

Neste Portugal sem princípios, sonolento e convencido que o ontem é o amanhã, Álvaro Beleza não tem dúvidas: “não reconheço autoridade ética a dinossauros autárquicos que agora parecem virgens indignadas”.
Álvaro Beleza!
Alguém se lembra deste “jovem turco” que se 'meteu' entre Sampaio e Guterres, há uns anitos?

Hoje Álvaro Beleza é, indiscutivelmente, uma referência nacional.
E não é só na saúde, não.
Álvaro Beleza.
A política em Portugal jamais será igual quando forem postas em prática as suas ideias fulcrais!

Sem comentários: