terça-feira, 26 de agosto de 2014

Mata, mata e mata

Preocupação no meu país; o país onde morrerei de seguida: “apoios sociais continuam a diminuir” (título do Público).
Também já sabemos – infelizmente – que, como escreve Alexandra Campos – “há cada vez menos beneficiários do rendimento social de inserção e complemento solidário para idosos”.

Por cá, e conforme o Diário do Minho (14.08.23), também o senhor Rui Barreira “volta a cortar no subsídio de desemprego.
Grr! Há mesmo coisas que não prestam! E pessoas que não valem um cêntimo?

Não há mesmo quem seja capaz de mandar esta malta para as calendas do inferno?

Sem comentários: