sábado, 9 de agosto de 2014

Fátima quer ser ‘uma praia da alma’ *


Estavam os pastorinhos a pastorear muito sossegados quando avistaram no cimo de uma azinheira uma senhora que vestia um manto azul de estrelas muito brilhantes. Intrigados e, claro, um pouco assustados, aproximaram-se devagarinho da azinheira e puseram-se a olhar para cima para a senhora que estava pousada na árvore. Um deles, mais afoito, ouso dirigir-lhe a palavra. Perguntou-lhe “Quem és tu?”. A senhora sorriu, com um sorriso benigno e complacente, e disse. “Sou a Nossa Senhora e venho trazer a verdade ao mundo!”. Ao ouvir aquelas palavras, o segundo pastorinho deu uma cotovelada para o lado e comentou: outro marxista!”.
Ana Cristina Leonardo, atual, 14.05.17

O mundo ao contrário?

* Título do semanário Expresso (14.05.10)

Sem comentários: