sábado, 23 de agosto de 2014

Escuteiro global


foto: agencia.ecclesia.pt
João Armando Gonçalves, um professor de engenharia civil na universidade de Coimbra e escuteiro desde os anos 70, aos 51 anos de idade, tornou-se num dos escuteiros mais importantes do mundo.
João Gonçalves, dirigente – foi escuteiro e dirigente no agrupamento do CNE da Figueira da Foz e, para além de membro do Comité Europeu do Escutismo, desempenhou o cargo de Secretário Internacional do Corpo Nacional de Escutas entre 2009 e 2011. Foi eleito membro do Comité Mundial no Brasil, em 2011 – do Corpo Nacional de Escutas (CNE), vai dirigir o Comité Mundial do Movimento Escutista, um organismo onde participam 216 países, ou seja, mais de 40 milhões de escuteiros de todo o mundo estão ali representados. Uma união bem ao jeito de Baden Powell, isto é, uma fraternidade universal.
Excelente, chefe!.
O CNE sai reforçado com João Gonçalves no Comité Mundial do Movimento Escutista e o Escutismo prestigiado. Acredito; estou plenamente convencido, aliás, que também o Escotismo. Português. E europeu – a exemplo de BP; para quem a “fraternidade universal” que é o escutismo, se faz da importância da participação na ação solidária, no abraço ao outro.
Parabéns, chefe João!

Sem comentários: