sexta-feira, 4 de julho de 2014

Ó Guimarães!

Há títulos (nos jornais) que metem medo; outros que ousam provocar o mais pacato dos leitores.
Não?
Reparemos neste do Correio do Minho (14.06.28): Feira Afonsina precisa de ‘Homens de Armas’

Então em Guimarães já não há homens de armas?
E de guerra?

Sem comentários: