sábado, 5 de julho de 2014

Capital verde em linha

A segunda edição do congresso mundial de história do Ambiente – mais uma vez a Universidade do Minho a dar cartas! (desta vez pela ‘sua’ Escola de Ciências)– será em Guimarães.

A partir da próxima segunda-feira e até ao dia 14, isto é, uma semana depois.
Terá lugar em vários locais de referência de Guimarães, trazendo até terras de D. Afonso cientistas, investigadores e especialistas de diferentes campos do saber e do conhecimento.
Uma dessas presenças é a de Mohan Munasinghe, um indiano responsável pelo Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da ONU, uma instituição que luta pela preservação do Ambiente e que recebeu, com Al Gore, antigo vice-presidente dos Estados Unidos, o Prémio Nobel da Paz em 2007.

A ideia deste encontro (com esta dimensão) em Guimarães não é só muito interessante, como é, claro!, um sinal de que se quer aprender com quem sabe. Percebe-se que há por aí preocupações com a tão desejada capital verde.
É um bom princípio.

Sem comentários: