terça-feira, 17 de junho de 2014

Quando assim é…

Bem sei que só o tempo vai pôr ordem na casa. Quem sabe que ordem haverá para colocar!
Mas vai. Reste o que restar.

Até lá importa ir lendo. Ouvindo e pensando. Assim do tipo desta afirmação de Henrique Monteiro (Expresso, 14.06.13):
a oposição do PS, que podia estar agora a ganhar o país, mais do que vaga é tonta. Arranjou um 31 quando o Governo tinha sarna para se coçar, com o resultado das europeias, para, pelo menos, três meses”.

Felizmente que o secretário-geral do PS continua intensamente igual a si próprio. Caso contrário Martim Silva não o colocava no Altos do Expresso de sábado. E ao afirmar que “as propostas apresentadas pelo líder do PS para o IVA (como a de que as empresas só têm de pagar ao Estado quando este lhes pagar o que deve) merece discussão e atenção. O próprio presidente da CIP já deu o seu aplauso às medidas”, não está a pôr um certo tipo de ordem?

Quando há reconhecimentos destes a um líder partidário não deve ser pela sua debilidade, pois não?

Sem comentários: