terça-feira, 17 de junho de 2014

Notas soltas da plataforma em assembleia

A última sessão da assembleia municipal de Guimarães revelou (ou confirmou) algumas realidades que importa guardar. Para memória e reflexão futuras.

Registo três ideias.
Três realidades.
Três confirmações.


A primeira, bem simples: o BE troca de pessoas e vê-se logo. Carla Carvalho mostrou que faz trabalho de casa. Há outra aragem mais à esquerda.

Depois, a segunda: Costa e Silva, presidente de junta em Gonça, marcou a diferença; uma forte diferença na coerência. Igual a si mesmo. Não mudou como tanta gente muda. Por isso estava em condições de responder ao líder da bancada laranja na assembleia municipal sobre o encerramento de escolas em Guimarães. E fê-lo de tal forte que um vereador desceu até junto de si para falarem discretamente.
É tão bom ser-se coerente, não é Costa e Silva?

E, por fim, a terceira: os eleitos locais de Guimarães estão cansados? Ainda só passaram oito meses!
Há exceções sim senhor, na CDU e no BE, mas está-se perante uma tão fraca qualidade de intervenções que dói! Pelo menos na segunda-feira antes do dia em que o Presidente se indispôs, foi. E isso só afasta (ainda mais) os eleitores dos eleitos.

Sem comentários: