terça-feira, 3 de junho de 2014

Coisas que me tiram o sono II

O peso das fortunas privadas no início do século XXI parece estar na iminência de regressar aso níveis do século XIX.
Thomas Piketty, Expresso (Economia), 14.05.23

Na edição do semanário Expresso do dia 23 de maio pode ler-se: “desde os anos 80 que o capital engorda mais rapidamente do que a economia. Quem beneficia é a desigualdade, que não tem parado de aumentar e coloca Portugal nos primeiros lugares da Europa”.

Merda! Que raio de país é o meu que fica em casa quando podia mandar para aquele sítio que todos sabemos, os políticos – de cá e de lá – que só estão preocupados em abrir as portas à desilusão, ao caos e à miséria desde que eles estejam bem instalados?

Diz-nos a história (e não é assim tão antiga) que, a seguir, a dor esmagará tudo em volta.

Até me apetecia dizer: bem feito! Para os esquecidos (ou coniventes com a situação que fizeram de conta no penúltimo domingo que todos nós cidadãos desta miserável Europa estamos bem).
Mas não digo. Fico a lamentar que o mundo que sonhei para os meus filhos não só já não existe e está bem pior do que o que sonhava, como será de uma violência tremenda o que aí vem.

Sem comentários: