sexta-feira, 16 de maio de 2014

Viva a República (que é democrática)

Não te indignarás contra a infantil monarquia
e seus infantes e infantas de opereta.
João Teixeira Lopes, Nas belas livrarias de Barcelona
Não gosto nada; sublinho, não gosto nada, da mania das celebrações monárquicas na vila de Caldas das Taipas.

Pouco importa o que uns pretensos donos de um reino que já morreu há muito (que mania de esquecer o 5 de outubro!) que se dizem senhores de um país que é uma República sem reservas e uma democracia consolidada que não oferece dúvidas a ninguém dizem ou fazem quando vêm às Taipas presidir a umas coisas.

Há misturas que, não só fazem sentido nenhum, como são uma aberração numa democracia consolidada como é a democracia portuguesa.

Sem comentários: