sábado, 10 de maio de 2014

Pareceria sólida ou casa vazia?

foto:radiofundacao.net
Quando se põe em causa a atividade sindical, põe-se em causa a democracia.
Maria Augusta Torres, Jornal de Noticias, 14.05.09

Rui Barreira, o máximo responsável pela Segurança Social no distrito de Braga e que no último natal fez questão de só transmitir votos de boas-festas a alguns dos colaboradores da instituição – “…nesta casa quase todos valorizamos a amizade e o companheirismo”, lembram-se? –, e alegando que a ação “iria atrapalhar o normal funcionamento dos serviços”, impediu, segundo a coordenadora do sindicato da função pública do norte, a distribuição de comunicados sobre realidades que dizem respeito aos trabalhadores da administração pública, no interior das instalações da Segurança Social na cidade de Braga.

E pronto! Eis o líder da bancada do PP na assembleia municipal de Guimarães.
Qualidade democrática acima de tudo!

Eu, se estivesse no lugar de André Lima, estava em pânico com tal parceiro de coligação.

2 comentários:

Anónimo disse...

É um grande ditador, do género "eu quero, posso e mando".
O fascismo está de volta nas instalações da Segurança Social em Braga. É só pose para a foto.
Trabalho é para os outros.

Anónimo disse...

O anónimo anterior tem muita razão no que disse. Eu trabalho na Seg Social em Braga e trabalho sobre pressão, parece que estamos a ser controlados a toda a hora. Nunca tive um director como este. Senhor do seu umbigo que em vez de trabalhar passa a vida no facebook com comentários que não são próprios de um director com a responsabilidade que tem. A adoração do candidato às Eleições Europeias (Nuno Melo) só tem um objectivo, conseguir um lugar como deputado na Assembleia da República. Homem desprezível, arrogante, sem respeito pelo próximo. Não vale nada.