terça-feira, 22 de abril de 2014

O tempo põe tudo às claras

Tesoura que Passos vai usar para fazer cortes é a mesma que irá utilizar nas inaugurações antes das eleições.
o Inimigo Público, 14.04.18
O tempo, esse senhor que tudo põe na ordem, sabe como oxidar o metal. Mesmo o da tesoura que Pedro, o eleito (não o negador do salvador), vai cortar a fita – queria!, não é senhores do Inimigo? – antes do próximo dia 25 de maio (não o de abril, que é já a seguir e nem todos o querem).

E, como “daqui a 15 dias, o Governo entregará o novo modelo de corte de pensões para substituir a Contribuição Extraordinária de Solidariedade. As pensões em pagamento continuarão a ser cortadas. Mesmo que os caminhos sejam obscuros, os resultados serão claros. As eleições de maio também” (Pedro Santos Guerreiro, Expresso, 14.04.18)

Ou seja, como também Pedro Santos Guerreiro escreve, “usar software gratuito e tributar batatas fritas é capaz de não ser grande reforma do Estado”. Pois não, mas nem todas as batatas se deixam cortar por uma qualquer tesoura.

Sem comentários: